Máscara Social/ Social Mask

                                                             

Bom menino ou Mau menino?

Adorei este texto e estas ilustrações e resolvi partilhar.

Ah, a máscara. Esse novo ícone do momento, amiga inseparável à força para os próximos meses, companheira dos bons e dos maus momentos de desconfinamento… Não há como fugir: as máscaras sociais estão para ficar, vamos ter mesmo de nos habituar a elas.

Supostamente, toda a gente já deveria saber de cor usar uma máscara de proteção, agora obrigatória para entrar em espaços fechados, como transportes públicos, supermercados, centros comerciais, lojas e outros espaços onde se acumulam muitas pessoas. Isto não tem muita ciência. Mas, a atender ao que se vê pelas ruas, parece que ainda há algumas regras a apreender.

A PRIMA foi andar pelas ruas e identificar os principais erros no uso da máscara, e pediu ao talentoso e divertido ilustrador Gonçalo Martins, aka El_Rafeiro para desenhar umas imagens explicativas para totós.

1.NÃO usar a máscara com o nariz de fora

Parece muito evidente, certo? Mas não é… Este é, provavelmente, o erro mais comum. As pessoas usam a máscara com o nariz de fora, como se o malvado do vírus apenas saísse ou entrasse pela boca. Pois bem, pode ser novidade para alguns, mas o vírus acumula-se na boca, no nariz e nos olhos. Andar com o nariz de fora é como ter um gato contaminado escondido com rabo de fora. Não funciona.

2. NÃO usar a máscara a tapar a papada

Ninguém gosta de uma papada, é um facto. E há muito boa gente que preferia esconder a sua. No entanto, esta não é a função de uma máscara de proteção. Porque, ora bem, não protege nada. nem a boca, nem o nariz. E se tiver contaminada por fora torna mais fácil que o vírus passe para o interior, e daí para os seus lindos pulmões. Repita com a PRIMA: máscara a tapar pescoço, não.

3. NÃO usar a máscara com o queixo de fora

Incrível, mas é verdade. A máscara deve tapar o nariz e o queixo, ambas e as duas coisas ao mesmíssimo tempo. A razão é simples: se espirrar ou tossir, as gotículas contaminadas ficam presas dentro da máscara. Se tiver com o queixo de fora, rapidamente se soltam por baixo. Ah, e as máscaras com fole tipo cirúrgicas, devem ser abertas e não ser deixadas direitinhas, impecavelmente esticadas, como se tivessem sido passadas a ferro. Não resulta, malta! É preciso abri-las para, lá está, tapar o nariz, a boca e o queixo.

4. NÃO  usar a máscara solta

Quem diria, não é? Pois, parece que é mesmo verdade. A máscara solta, pendurada como se fosse um brinco só numa orelha, ou com as duas alças completamente laças dos saltos não funciona. A máscara deve estar bem ajustada ao seu rosto sempre.

Fonte: https://anossaprima.sapo.pt/

Ilustrador: El Rafeiro

I loved this text and these illustrations and decided to share.

Ah, the mask. This new icon of the moment, an inseparable friend forcibly for the next months, companion of good and bad moments of lack of definition… There is no escape: the social masks are here to stay, we will really have to get used to them.
Supposedly, everyone should already know by heart to wear a protective mask, now mandatory to enter closed spaces, such as public transport, supermarkets, shopping centers, shops and other spaces where many people accumulate. This doesn’t have much science. But, considering what you see on the streets, it seems that there are still some rules to learn.
PRIMA went to walk the streets and identified the main mistakes in the use of the mask, and asked the talented and amusing illustrator Gonçalo Martins, aka El_Rafeiro to draw some explanatory images for geeks.

1. DO NOT wear the mask with the nose out

It seems very evident, right? But it is not … This is probably the most common mistake. People wear the mask with their noses out, as if the bad guy just came out or entered the mouth. Well, it may be new to some, but the virus accumulates in the mouth, nose and eyes. Walking with your nose out is like having a contaminated cat hidden with its tail out. Does not work.

2. DO NOT use the mask to cover the jowl

Nobody likes a double chin, it is a fact. And there are very good people who would rather hide yours. However, this is not the function of a protective mask. Because, well, it doesn’t protect anything. neither the mouth nor the nose. And if it is contaminated on the outside, it makes it easier for the virus to pass inside, and from there to your beautiful lungs. Repeat with PRIMA: no mask covering your neck.

3. DO NOT wear the mask with the chin out

Incredible, but true. The mask must cover the nose and chin, both and both at the same time. The reason is simple: if you sneeze or cough, the contaminated droplets are trapped inside the mask. If your chin is sticking out, they quickly come underneath. Oh, and the masks with surgical type bellows, must be opened and not be left straight, impeccably stretched, as if they had been ironed. It doesn’t work, guys! You have to open them to cover your nose, mouth and chin.

4. DO NOT use the loose mask

Who knew, right? Yeah, it looks like it’s really true. The loose mask, hanging as if it were an earring just in one ear, or with the two loops completely looped from the heels does not work. The mask should always be well adjusted to your face.
Source: https://anossaprima.sapo.pt/
Illustrator: El Rafeiro

Beleza Masculina

 Cuidados essenciais para Barba, Cabelo e Bigode

Quem disse que os homens não podem se preocupar com a aparência?

Afinal, estar feliz com o que se vê no espelho traz satisfação e eleva a auto-estima de qualquer pessoa, o que é essencial para a qualidade de vida.

Há tempos que cuidar do cabelo, do corpo e da pele deixou de ser uma exclusividade do universo feminino. O homem moderno, antenado e interessado em sua imagem frequenta salões e busca saber mais sobre moda e beleza.

Quais produtos são essenciais na casa de banho de todo homem que preza pela beleza?

Se chegou até aqui, já sabe muito sobre cuidados e beleza masculina, mas conhece os produtos imprescindíveis e que não podem faltar na casa de banho de um homem vaidoso?

Shampoo para cabelo e barba
Já sabemos bastante sobre a importância desse item para a saúde dos cabelos e fios da barba e bigode, mas não custa repetir: para aspecto interessante, a limpeza é um passo primordial. Não subestime essa etapa e escolha produtos que vão turbinar o tratamento dos seus fios.

Bálsamo e ceras modeladoras
Muitos homens adoram investir em um penteado diferente, mesmo que seja para deixar o cabelo com aspecto de desarrumado propositalmente. Finalizadores como balsamo, ceras e lacas são as ferramentas perfeitas para manter o visual estiloso por horas e resistir a agressões como vento e chuva.

Pré/pós-barba
Para fazer a manutenção da barba sem agredir a pele: um creme para barbear ou gel de barbear. Do mesmo jeito, o creme ou loção pós-barba (sem álcool) é o complemento ideal, pois refresca e protege os fios e a pele depois da ação da gilete ou da navalha, proporcionando uma sensação maior de conforto.

Óleo para barba 
Fios ressecados, comichões e picando a parceira (o) nunca mais!

O óleo para barba é fundamental para deixá-los alinhados, macios, hidratados e cheirosos. Para a pele não ficar muito oleosa, seu uso deve ser moderado — cerca de três gotas ( 02 a 3 vezes ao dia ) já fazem toda diferença!

O homem atual é vaidoso e entende que cuidar da aparência, das roupas, do cabelo, da barba e do bigode faz muito bem para o seu bem-estar e amor-próprio.

Afinal, quem não se sente mais feliz e com uma postura mais confiante quando projeta uma imagem da qual se orgulha?

Assim, investir em cuidados de beleza masculina faz bem para o corpo, a saúde e a mente de qualquer homem! Com as dicas deste post, essa tarefa vai ficar muito mais fácil. Agora, basta colocá-las em prática!

EXTRA!!

Não deixe a barba molhada!

Muitos homens não se preocupam em secar a barba ou o bigode depois de lavar o rosto ou tomar banho. Todavia, isso pode ser perigoso: o acúmulo de água favorece a proliferação de fungos e bactérias que promovem a queda dos fios.

A alopecia fúngica é um problema comum relacionado à falta de secagem apropriada de cabelos ou pelos faciais. E tem mais: essa infecção agride os poros da pele, deixando a barba sem forma, desgrenhada e quebradiça. Portanto, não custa nada evitar e secar bem a barba com uma toalha depois de molhá-la, não é mesmo?